Yeda

Combustível Hidrogênio: nova patente do Weizmann

 Combustível Hidrogênio: nova patente do Weizmann

O Yeda, braço de transferência de tecnologia do Instituto Weizmann, deixa o futuro limpo mais perto do mercado.

O combustível de hidrogênio produz apenas água quando é queimado, mas a mudança para uma  economia mais ecológica,  a “economia de hidrogênio”, provou ser um grande desafio. Um dos problemas é a dificuldade em armazenar eficientemente o hidrogênio, que é um elemento leve, extremamente inflamável e explosivo após a exposição ao ar. Os métodos existentes tendem a ser caros, menos eficientes que os combustíveis fósseis e requerem extensas medidas de segurança.

Pesquisadores do Instituto Weizmann de Ciência desenvolveram recentemente um método para armazenar hidrogênio em forma química que pode finalmente levar esse combustível a um alcance eficiente e seguro.

Leia mais sobre a inovação desenvolvida no Laboratorio do Prof. David Milstein do Departamento de Química Orgânica.

Leia mais: Yeda News 

Instituto Weizmann de Ciências nos 25 TOP


Instituto Weizmann de Ciências nos 25 TOP

O Instituto de Ciência Weizmann foi classificado entre os 25 melhores Institutos de pesquisa/universidades do mundo em duas categorias principais: publicações mais citadas e patentes concedidas.

O U-Multirank 2019 nomeou o Instituto Weizmann de Ciências como Global Top 25 Performer em duas áreas. Este ranking, uma iniciativa da Comissão Europeia desde 2014, utiliza todas as informações disponíveis sobre centenas de institutos em todo o mundo e as analisa de acordo com numerosas variáveis para mostrar qual deles lidera em cinco categorias principais.

O ranking destina-se a promover a transparência e a ajudar os alunos a se candidatarem a universidades para estudos e pesquisas.

É notável o fato de que como um Instituto de pesquisa básica, o Instituto Weizmann de Ciências não exige de seus cientistas que qualquer uma de suas pesquisas sejam orientadas para o mercado, mas com a ajuda do braço de transferência de tecnologia (Yeda Research e Development Co, Ltd), tiveram um grande grau de sucesso em patentear as descobertas.

O Prof. Daniel Zajfman, Presidente do Instituto de Ciência Weizmann, disse: "este ranking mostra que a nossa luta pela excelência, a nossa unidade básica para conduzir a investigação baseada na curiosidade e investigar o funcionamento da natureza está valendo a pena. Não só estamos entre os melhores do mundo em nosso impacto científico, mas a nossa abordagem à pesquisa tem obtido resultados impressionantes trazendo os frutos da ciência para beneficiar a humanidade. "